Pesquisar este blog

quinta-feira, 22 de maio de 2014

O vazio

   
O vazio (by Kraudião)


O vazio se aproximou de mim,
Sem permissão se instalou.
Anulou efetivamente todo um passado.
Fez questão absoluta de tudo apagar.
Bloqueou, sem chances, esperança futuras.
E disse amorosamente que meu presente
Necessariamente deveria ser pura reflexão.
 ###
O vazio dominou sem censura meus sentimentos.
Surrupiou meu EU e toda forma de inspiração.
Sem pudor algum, me despediu por completo.
Revelou meus medos, culpas e apegos de imediato.
Quis do jeito dele me aliviar da vida sua pressão.
Se alojou por inteiro como proprietário decidido.
Nada compartilhou naquele instante, apenas esperou.
  ###
O vazio arrumou cada falsa esperança do meu ser,
Garantiu a permanência, em mim, do meu melhor.
Faxinou dedicadamente cada ponto de ilusão,
Apresentou uma realidade absolutamente impensável.
Fui ficando cada vez mais fortalecido e consciente,
Virtudes se apresentaram prontamente para realizar.
Vícios foram identificados, mas logo foram transformados.
  ###
O vazio deixou marcas profundas e significativas em mim,
Despertou sabedoria congelada pelo frio da escuridão.
Desprezou memórias sem sentido sobre o passado,
Remodelou as perspectivas de um futuro próximo,
Renasceu minha fé realizadora na ciência do presente.
  ###
O vazio foi embora tão veloz e instantâneo quanto chegou,
Partiu ligeiro antes que gerasse novas formas mentais.
Deixou um sentimento presente sobre sua atemporalidade,
Registrou todo seu amor em mim de transformação.
Espargiu sua sabedoria do que é absoluto no agora,
Sinergizou todo meu ser para melhor percebe-lo,
Imantou meu corpo e alma como uma coisa só,
Alquimizou meus éteres constituintes e
Simplesmente sumiu...

Salvador-BA, 22 de Maio de 2014.