Pesquisar este blog

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Primeira vez...


Primeira vez... (by Kraudião)

Ah! O primeiro beijo, paixão e namorada
Dias de ansiedade e novas sensações.
Primeira crise de ciúmes, conflitos e desafetos
Por coisas tão bobas que prometemos nunca mais repetir.
Primeira noite juntos, toques e novas intimidades a se permitir.
Primeira e verdadeira ocasião da iniciação sexual não planejada,
Nervosismo a flor da pele no querer acertar em ter todo prazer.
Primeira vez do seu amor mais ingênuo com a parceira imaculada,
Misto de paciência e controle emocional, em logo não se esparrar.
Primeira ejaculação solitária ou orgasmo verdadeiro da namorada,
Completa sensação de vazio, liberdade, plenitude e comunhão.
Primeira exploração mútua e dedicada de novas zonas erógenas,
Sublime sensação inusitada e aumento repentino das batidas do coração.
Primeira noite sem dormir de tanto pensar nela por estar ausente,
Longe do seu contato presencial, carícias habituais e do seu perfume no travesseiro da minha cama.
Primeira conversa para discutir a relação de coisas inúteis,
Quando apenas um dois não presta a atenção aos sinais diários.
######
Ah! Primeira carteira assinada e contrato efetivado logo após a formatura universitária,
Regime de carga horária completa e salário na justa medida.
Primeira festa comemorativa por ser financeiramente independente,
Poder pagar as próprias contas e realizar pequenos mimos pessoais.
Primeira compra do seu carro zero do jeito que você sempre sonhou,
Autonomia de poder e vir sem depender do transporte coletivo caótico.
Primeira casa própria quitada antes do tempo previsto de financiamento,
Graças ao trabalho dedicado e apoio de amigos inestimáveis.
Primeira palestra, aula e turma sob seu comando pleno do programa,
Prova inconteste da careira que escolheu e missão por décadas.
Primeira indicação ao ser escolhido amigo da turma que finaliza sua jornada como formando,
Gratidão e honra quase absoluta pelas amizades que construí.
Primeira viagem internacional para o país da sua escolha,
Um misto de turismo, relaxamento e capacitação de novas habilidades.
Primeira aprovação e publicação científica mundial no currículo,
Primeira seleção, defesa e conclusão de sua pós-graduação.
Primeira demissão injustificável ao meu ver e chefes impotentes diante da decisão de ordem e instância superior.
Primeira rescisão contratual e o misto de desespero entre gastar tudo na farra ou fazer reservas para futuro quase incerto.
######
Ah! Primeira vez que encontrei meu atual pai e mestre espiritual.
Encontro recheado de dúvidas e questionamentos das coisas que dizia em sua palestra de iniciação na senda do autoconhecimento.
Primeira constatação consciente de que existe vida além do corpo físico,
Prática coordenada, por ele, meu amigo-irmão Jair Tércio de forma correta, completa e direta experimentada por mim.
Primeira caminhada em busca do imutável com os exercícios de onilateração,
Dias e noite de contato pleno comigo mesmo e os elementais da natureza, no alto da montanha, exemplificando que todos somos UM!
Primeira iniciação na arte real para me tornar aprendiz e filho honrado da viúva,
Onde a fraternidade, a igualdade e a liberdade são princípios da nossa ordem secular de homens do bem e bons costumes.
Primeira subida na escada de Jacó cavando masmorras aos vícios e elevando templos às virtudes.
Primeira compreensão de quão bom que os irmãos vivam em união guiados pela força, beleza e sabedoria.
Primeira função de cargo na loja para que a sessão transcorresse justa e perfeita na harmonia entre os irmãos,
Anos depois a conquista meritocrática em ser o regente ritualístico empossado como venerável no trono de Salomão.
Primeira dúvidas e testes na fé quanto a minha verdadeira missão,
Vida cotidiana cheias de armadilhas nas provocações, pressões e tentações mundanas incessantes.
Primeira e recorrentes análises de quem sou eu, de onde vim e para onde vou?
Primeira, mas nem por isso a última das perguntas e/ou experiências únicas.
Pois, sempre estaremos tendo a oportunidade de uma segunda vez...

Salvador-BA, 18 de janeiro 2106