Pesquisar este blog

terça-feira, 15 de abril de 2014

Alquimia Divina



Alquimia Divina (by Kraudião)

A pedra bruta que ainda reside em mim
Quer materializar alguns pensamentos.
Dificultando minhas reflexões diárias,
Confundindo minha razão e meu sentir.
Querendo que acredite que o caos é normal,
Apresentando-se como um bem comum.
Impacientando minhas facetas do ser fraternal,
Sei que posso resistir a tamanha tentação,
Pois continuo a acreditar que todos somos um.
 ###
A pedra bruta que já comecei há anos desbastar,
Com seus ângulos obtusos na composição,
Misturam suas lascas amorfas em mosaico,
Constituem um cenário tosco para minha visão.
Embaçando minhas qualidades para realizar,
Me recuso a aceitar a sucumbir esta pressão,
Ações diminutas do que realmente posso ser.
 ###
A pedra cúbica que sei existir como meio,
Ritual sagrado de instrumentos e arte milenar.
Caminho de retidão pelo esquadro e compasso,
Conhecimento disponível aos iniciados na pedra,
Ensinamentos preciosos para o autoconhecimento,
Régua norteadora nos passos do meu dia de aprendiz,
Conduta a ser lembrada e praticada do bom companheiro,
Lições diárias traduzidas e aplicadas de um verdadeiro mestre.
 ###
A pedra cúbica que preciso melhor estudar,
Decifrar tuas nuances dos segredos que existem em mim.
Investigação aprofundada em suas exatas dimensões,
Significados velados de símbolos a espera do seu construtor,
Obreiros dedicados em cavar masmorras aos vícios,
Dominando em definitivo as mais ínfimas paixões.
Construtores fiéis de templos para as virtudes,
Ascendo degrau por degrau na escada de Jacó.
 ###
A pedra esférica que um dia irei me tornar,
Sublimado todas as possíveis dimensões angulares.
Certeza infinita que mergulhei em minha profundidade,
Alcancei sem sofismas as portas do céu em toda sua altura,
Ampliei sem limites todas as minhas relações do viver em largura,
Giro inconteste como um planeta equilibrado a flutuar no universo.
 ###
Sou a genuína e mais bela revelação dos sentimentos,
Sou a imutabilidade do centro de onde parte todas as coisas,
Sou a expressão exata e mais pura do que se pode evoluir,
Sou mais energia que a matéria condensada pelo pensamento,
Sou atemporal em refletir o absoluto na minha identidade com o Pai.


Salvador-BA, 15 de Abril de 2014.