Pesquisar este blog

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Justa Medida

Justa medida (por: Kraudião)

Sua métrica é a justa medida para mim e meu corpo necessitado.
Uma equação perfeita sem precisar tirar a prova dos nove.
Sua boca se completará em justaposição aos meus lábios sedentos.
Será a marca da impressão do desejo explícito do nosso amor.
Falaremos a mesma língua sem deixar nenhuma incógnita no ar.

*****
Teus cabelos emoldura a bela pintura que é o seu rosto claro e pueril.
Sedosos, lisos e perfumados por onde minhas mãos gostam de passear.
Irradiando beleza pelo sorriso doce convidativo de covinhas sedutoras.
Teus olhos são dois genuínos brilhantes como pérolas negras de rara beleza.
São eles que me hipnotizam pela força intrigante que prendem meu olhar.

*****
Tua pele macia estrogênica e imaculadamente lisa evidencia pureza de mulher.
Inviolável áurea ainda não manipulada pelas mãos escusas de alguém.
Uma vitalidade expressiva e juventude sadia perfumada de um bem querer.
Fonte inesgotável da força de atratividade contínua que em mim se revela.
Desejo quase incontrolável de explorar tamanha intimidade com maestria.

*****
Teu jeito de ser me deixa encabulado por tamanha sedução inocente.
Quero acreditar que eu te cause algum tipo de rebuliço em reciprocidade.
Uma pulsação interna acelerada ou sintomas externos mais evidentes.
Como acontece comigo quando te vejo e busco este sentir entender.
Algo que me aquece a alma em chamas desejosas e vibrantes.

*****
Tua conduta me instiga por tudo que fui capaz de observar ou já registrei.
Sou um réu confesso de meus pecados já imaginados dias a fio contigo.
Embaraçado atemporalmente numa coreografia de amantes e íntimos.
Mas nada que perturbe sua paz ou segurança em estar sempre ao meu lado.
Em respeito a tua liberdade envolvente e desconheça seu próprio desafio.
Pagar o preço por tamanha atratividade e capaz de provocar até os amigos.

*****
Enfim, podemos ser uma bela equação de opostos em construção.
Uma mistura heterogênea pela idade que hoje nos separa de verdade.
Uma potencial alquimia na essência de nossas fórmulas de viver.
Um resultado homogêneo gerado pela intenção em se querer bem.
Uma justa medida com dinâmica renovada pelo caminho da
Amizade, tesão e amor que cada vez mais poderia nos unir.
Temperando de deliciosas aventuras nossas vidas em comum.

Salvador-BA, 14 de Outubro de 2013