Pesquisar este blog

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Florata em Tu



Florata em Tu (por: Kraudião)

Sutil cheiro que exala como atrativo tímido,
Mas que mexe com meus pensamentos.
Desperta uma grande onda interna,
Um tsunami químico na libido.
Perfume exato pela discreta exibição e sensualidade
Que me mantém conectado após nossos encontros.


Cheiro fresco e saboroso que combina perfeitamente
Com tua pele branca, lisa,
Macia, clara e saudável de menina-mulher.
Área nobre do teu corpo que quero explorar
Horas a fio e cada centímetro dedicadamente.
Superfície extensa para o meu bel-prazer,
Pronta para receber meus lábios
Molhados, recheados de desejo e amor.


Teu cheiro delicado e quase imperceptível,
Fragrância cítrica-almiscarada de mulher renovada.
Garantia de que facilmente vai me conquistar e embriagar,
Feliz serei ao provar, mais uma vez, inebriante cheiro.
Quando em minha mente nenhuma outra forma restará,
Se não o mais puro desejo carnal em te ter como minha mulher.
Impregnando tua pele com marcas de minha presença
Íntima e amorável em todo teu ser.


Um momento único de integração entre eu e você,
A união perfeita entre dois corpos se amando
E deixando no ar nosso cheiro de amor!!
Prometo te dar o melhor de mim com todo carinho,
Necessário para te fazer feliz por alguns momentos.
A felicidade que buscas nos sonhos adolescentes,
Em experimentar esta fase tão rica de emoções.
Minha dedicação incansável será tua necessidade e
Minha alegria, teu estado cansado de tanto prazer!!


Teu sorriso me dará a justa medida
Do quanto a deixei feliz e teu olhar será
A porta de entrada para compreender
E amar sua alma desnuda.
Ela que anda em busca do centro,
Razão perfeita entre necessidades e desejos.
Mas em nossa hora de amor integrado,
Um êxtase que sempre se irradia,
Nosso cheiro depois de misturados,
Será sensorialmente a expressão da nossa essência,
Representação de toda nossa felicidade.


Um instante único que vem depois,
Uma unidade de satisfação presente
Completando, plenamente, nós dois.
Conversas noturnas e muitas risadas de menina,
Aquela que conheci e vive aí em algum lugar,
Ela sempre se revela minutos e hora após,
Um efeito relaxante, nosso momento oxitocina.


Enfim, saciados pela mútua necessidade
Em estar ali agarradinhos.
Eu me alimentando do teu perfume de mulher,
Um ninho de amor feito para nós
Um repouso merecido para se aquietar,
Na esperança que você tenha o melhor
Daquele momento quase único.
Os meu braços, teu aconchego de sempre,
Um querer mútuo de puro amor.


E eu grato, pleno e feliz por ter sido
O seu escolhido, novamente, em provar teu cheiro.
Teu sabor quase inocente de menina,
Que agora se revela mais que uma linda
E radiante nova mulher.

Salvador-BA, 01 de Maio de 2013