Pesquisar este blog

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Capítulos de uma história feliz


Capítulos de uma história feliz (por: kraudião)

Ouviu um chamado intenso que sentiu na alma.
Um alerta vinha de dentro querendo algo dizer,
Mas a pressa era tanta que nunca lhe permitia calma,
E buscava fora de si as novidades para não sofrer.

Percebeu um cheiro diferente no ar ao seu redor.
No fundo do seu ser algo havia passado do ponto,
Sua percepção era aguçada, mas evitava investigar.
Muito pouco olhava para dentro, pois não conseguia parar.
A vida lá fora sempre lhe parecia perfumada demais
E isso lhe inebriava os sentidos para tratar sua dor.

Na boca ainda lhe restavam lembranças vivas.
Do tempo que em que sobravam beijos ardentes
Daquela pessoa próxima que sempre lhe amou.
Mas sonhava com as novidades de um futuro encantado,
Que lhe convidada insistentemente a viver lá fora,
Uma vida agitada e ilusória das coisas voláteis do exterior.

No peito, batia forte um coração apertado de angústias,
Elas foram crescendo com o tempo e sonhavam se libertar.
E única solução que via, nunca antes compartilhada, era viajar.
Encontrar fora, as novidades contidas naquilo que lhe impedia amar,
Viver plenamente e se entregar sem reservas a alguém.
Arriscar cegamente e doar-se sem reservas do seu ser,
Precisava aprender novos valores e finalmente confiar.

Internamente a pressão só aumenta sua busca com razão,
Pois apenas em histórias encantadas, a vida é diversão.
Um roteiro novo e diferente vinha sendo escrito para estrela principal,
Nele não existiam bruxas ou personagens que representava o mal.
A princesa finalmente iria deixar de representar o seu conto de fadas,
Transformar-se-ia em rainha com maturidade de muito saber.

Finalmente conseguia decifrar os sinais da vida que levava,
Não mais precisaria dos belos cenários e figurinos que vestia.
Estava voltando seu olhar cada vez mais para encontrar o seu centro,
Passava agora mais tempo buscando a sua paz interior.
Sua jornada pelo mundo afora de superficialidades
Havia chegado ao fim e o encanto simplesmente terminou.

Adquiriu as experiências necessárias para um belo viver
Mais significativo, produtivo, social e compartilhado.
Aprendera a confiar e passar mais tempo meditando,
Convivia e recebia por inteiro, todos sem distinção.
Seu mundo precisava de novo ser preenchido
Pelas pessoas que nunca conseguiram abandoná-las,
Quando vivera no exílio de solidão compulsória.

Mas agora era diferente de tudo que vivia em emoção,
Sentia-se agradecida por tudo que passara.
Sabia, como ninguém, decifrar rapidamente os sinais.
Nunca deixava de ouvir, dividir com alguém e seu sentir,
Estava cada mais fortalecida pelas lições aprendidas.

Encontrara o caminho de ida e volta ao seu maior tesouro,
Crescera com alguma dor e isso agora era passado,
Percebia, mais claramente, novos sentimentos para com a vida.
Havia despertado e renascida pelo autoconhecimento.

Estava mais bela, cheia de força e sabedoria,
Finalmente sua velha história tinha um novo fim,
Pois o encantamento deu espaço a uma nova ludicidade
Também mágica e divertida, porém numa vida mais real.

A beleza comungava com a significação do seu viver,
Escolhida com muita sabedoria e maturidade,
Sua alma renovada estava plena, liberta e bem mais agradecida.

E agora estava realmente pronta, sem medos para voltar
Novamente a amar sem reservas e/ou condições especiais.
A forma seria capaz de se adequar ao conteúdo,
Pois sabia que o temos dentro vale muito mais!

Salvador-Ba, 07 de Dezembro de 2012.