Pesquisar este blog

sexta-feira, 11 de maio de 2012


Fico feliz (por:Kraudião)



Fico feliz quando acordo depois de noite bem dormida e percebo que minha alma imortal trabalhou.

Fico feliz quando tomo meu suco de laranja que é puro néctar, alimentando todo meu ser de satisfação.

Fico feliz quando ouço uma boa música que revela a alegria e dores de amor de um compositor.

Fico feliz quando, com e para a vida, em poder realizar meus projetos que tanto planejei fazer.

Fico feliz quando escuto alguém que precisa de uma palavra amiga ou simplesmente gosta por mim ser acolhida.

Fico feliz ao comer meu pão de sal ao chegar em casa cansado a noite e sentir todo éter deste alimento sagrado.

Fico feliz ao observar pessoas e lembrar por mais um dia da divindade humana que existe nelas e em mim.

Fico feliz por ter a capacidade de amar não apenas uma, mas muitas pessoas sem o apelo meramente carnal.

Fico feliz em cumprir uma meta de trabalho que horas do tempo me consumiu e agora gerou bons frutos.

Fico feliz depois de caminhar em areias escaldantes pelo sol, mergulhar na água gelada do mar banhando o corpo/Alma.

Fico feliz com algumas palavras que pulam fora de minha mente para que alguém leia e possa se sentir bem.

Fico feliz quando sintonizam com meus versos tornando-os mais vivos e além do texto escrito formatado.

Fico feliz em saber que estou aprendendo, rápido e com gratidão, muitas lições nesta existente encarnação.

Fico feliz por contar, com toda sinceridade, meus sentimentos de alegrias e angústias através da mediunidade.

Fico feliz simplesmente por reconhecerem minhas idéias, transformando-as em algo do bem comum pela imortalidade.

Por fim, sou feliz por ter a capacidade de encontrar, cada vez mais, um novo olhar de que TUDO É BEM NO UNIVERSO!



Salvador-BA, 09 de maio de 2012.