Pesquisar este blog

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Meiose

 Meiose (por: Kraudião)


Dividir para crescer constantemente,

Compartilhar informação tão essencial a vida.

Multiplicar potencialidades para perpetua-se.

Uma fase é reducional onde será preciso decompor

Em parte iguais para que se faça um todo,

Uma combinação de informações

Que se recombinam para se fazer o novo.

Uma novidade que continua mantendo um padrão,

Uma necessária variabilidade que se mantém

E que garante a homogeneidade celular.

Um processo muito bem elaborado,

Assim poderia ser com o conhecimento tácito.

Principalmente na fase equacional da divisão,

Dividir mais uma vez sem ter medo,

Repassar os códigos da informação

Um sonho tão antigo do homem em dominar.

Uma fronteira de difusão do conhecimento,

Algo bastante simples assim.

Aquilo que a natureza levou milhões de anos

Replicando em muitas possibilidades,

Aqui não há espaço para teses elaboradas,

Muito menos antíteses para ampliar a retórica.

A perspectiva é da síntese para construir.

Elaborar o velho-novo e necessário metabólico,

Uma intricada produção a se renovar,

A gametogênese do conhecimento

Em aprimoramento destinado a um fim.

Perpetuar a vida num encontro especial,

Garantir a sobrevivência de idéias,

Traduzir e divulgar pensamentos num legado cultural.




Salvador-Ba, 16 de Abril de 2010.