Pesquisar este blog

sábado, 17 de abril de 2010

Passagens pela vida

*Passagens pelas vidas (por: Kraudião)

 
Quantas vidas vivenciei em diferentes contextos,

Tantas vezes reescrevendo novos enredos,

Em outras simplesmente seguindo o script.

Quantas vidas pude escolher de forma consciente,

Qual o cenário e atores preferidos para contracenar,

Resgatando experiências e compartilhando histórias em comum.

Quantas vidas de intenso sofrimento e sem perdão,

Lições que me foram apresentadas e eu a culpar o azar,

Oportunidades únicas para crescer nesse planeta azul.

Quantas vidas repetidas no mesmo grau de evolução,

Conhecimento que pouco caso fiz e não transformei em sabedoria,

Pensamentos confusos e atos impensados marcavam minha história,

Um pouco de atenção e sentimento desperto geraria autoconhecimento.

Quantas vidas se cruzaram com a minha para algo aprender,

Contingências necessárias e plenamente satisfatórias naquele momento,

Eu ali sem saber aproveitar todo esse cardápio de lições.

Quantas vidas já levei até chegar ao aqui e agora,

Ter a capacidade de avaliar passado, presente e futuro,

Sair da escuridão que até então embaçava minha alma,

Resgatar meu juramento que faz sentido para minha existência,

Viajar para dentro com passagem de ida e volta,

Me equilibrar mentalmente e elevar minhas condutas,

Desbastar minha pedra bruta até a forma cúbica,

Para isso já tenho endereço certo: meu centro é o universo!


 
Salvador-Ba, 17 de Abril de 2010.

* Dedico estes versos ao meu querido e mais novo primo - Ian de Lucena Andrade que hoje completa um mês nesta nova vida!