Pesquisar este blog

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Estradas da vida

Estradas da vida (por: Kraudião)


Chuva que cai em gotas torrentes

Que lavam essas estradas sem fim.

Lavam as marcas que aqui passaram durante todo o dia,

Histórias diárias que se repetem num eterno e intenso vai-vem.

Estradas da vida que levam para diferentes destinos e paisagens nubladas.

Um horizonte nada promissor para quem quer ir além dos montes.

Somos guiados e provocados pela vontade de chegar,

Uma constante insatisfação quando não conseguimos andar.

Limitados por contingências coletivas onde todos parecem

Desconhecer as boas regras da convivência e solidariedade.

Estradas vidas que possibilitam tantos caminhos em comum.

Mas somos tão diferentes nesse intenso desejo de caminhar.

Aonde vou o meu carro não pode se quer ir,

Minhas motivações ultrapassam as leis tão desrespeitadas do trânsito,

Pois não preciso seguir nenhuma placa de sinalização.

Estradas da vida que me levam para um caminho de introspecção,

Um caminho que nem sempre quero voltar.

São como as gotas que despencam agora do céu,

Em queda livre direta e certeira ao centro da terra,

Quando serão absorvidas completamente por este solo sedento,

Assim sou eu na minha estrada da vida rumo ao meu centro!



Salvador-Ba, 12 de Abril de 2010.