Pesquisar este blog

sábado, 3 de abril de 2010

Doce imenso vazio

Doce imenso vazio (por: Kraudião)


Intensa liberdade e assustadora experiência

Nesse doce imenso vazio.

Um desconhecido que quase apavora,

Mas que não impede minha busca

Nesse doce imenso vazio.

Há muito que te procuro em sabida consciência,

Um encontro com mais ninguém ou forma parecida

Nesse doce imenso vazio.

Um sentido de plenitude me lembra do que faço parte,

Um significativo ato de coragem viajar

Nesse doce imenso vazio.

Impossível se fazer acompanhado,

Insensata tentativa em convidar alguém

Para ir sem ter pressa de voltar,

Nesse doce imenso vazio.

Os amigos já sabem o que considero um “estadinho”

Pois, muitas vezes já estive lá

Nesse doce imenso vazio.

Palavras são tentativas poéticas

Tintas num papel ou tela no meu computador,

Quão imensurável e imprecisa narrativa é esse amor

Nesse doce imenso vazio.



Salvador, 03 de abril de 2010.