Pesquisar este blog

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Temporalidade


Temporalidade (por Kraudião)


Tempo de milhões de anos para uma jornada humana toda evolutiva,
Assim no transformamos lentamente na espécie que somos,
Mudanças significativas físicas, psíquicas e espirituais,
Homens brutos animalescos para sapientes e culturalizados,
Menos bicho irracional e mais humano consciente, será?
 ****
Tempo de centenas de séculos para nos civilizar,
Impérios religiosos ou políticos emergiram entre nós sem piedade,
Organizações políticas-sociais guerrilheiras que fizeram história,
Marcando de sangue e terror diversas populações escravas,
Algumas puramente para dominar e outras libertando para evoluir, será?
**** 
Tempo de décadas de anos para conseguir mobilizar,
Revoluções intensas e datas marcadas por sangue,
Lutas de classes sociais em busca de direitos,
Imperadores, tiranos e ditadores usurpando liberdade,
Implacáveis conquistas sem menor pudor ou moral,
Humanos batalhadores a cumprir seus deveres, será?
 ****
Tempo de meses a compor anos de expectativas,
Promessas que são feitas para estancar algumas feridas,
Gente desesperada tentando cumprir seus prazos em atraso,
As férias escorrendo pelos dedos da mão sem aproveitamento,
Somos inteligentes por temos uma cultura própria e evoluída, será?
 ****
Tempo de dias compondo semanas cada vez mais curtas,
Ritmo alucinante por uma diversidade de compromissos assumidos,
Retrato perfeito de uma multirreferencialidade de coisas inúteis cotidianas,
Desejo insano em dar conta de superficialidades vendidas como solução,
Ser humano multitarefa e consciente do seu papel transformador, será?
**** 
Tempo de minutos que compõe uma realidade referencial de mundo,
Criada para sermos produtivos consumidores de ilusões vorazes,
Fonte insaciável de uma mente insatisfeita e comanda por um senhor ego,
Alimentada por falsos dogmas de salvação de uma vida única punitiva,
Descrença generalizada de que existem LEIS NATURAIS IMUTÁVEIS,
Pois apenas um nome vai salvar e/ou perdoar todos os pecados, será?
 ****
Tempo de segundos eterno que se perde na infinitude atemporal,
Aqui não somos matéria quantitativa referencial de escravidão,
Ultrapassamos sem limites dimensões pragmáticas das leis materiais,
Aprofundamos diretamente na alma como portal da atemporalidade,
Estado inenarrável em palavras para expressar tal plenitude,
Vivência inconteste do amor incondicional em total realidade,
Apenas um estado de SER idêntico a ELE... o Absoluto.

Salvador, 02 de Dezembro de 2013.