Pesquisar este blog

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Daqui de cima


Daqui de cima (por: Kraudião)

Daqui de cima... eu vejo parte do mundo,
Também vejo várias cidades.
Daqui de cima... eu vejo os homens pequenos
Diante de uma eternidade.
Eu vejo a vida em diversas formas,
Eu vejo um horizonte promissor,
Um convite à pesquisa
De onde vim?!
Quem sou e para onde vou?!
Daqui de cima... nada tem limites,
Eu sinto bondade, energia e luminosidade.
Eu vejo almofadas de algodão livres e soltas,
Puras e inocentes a flutuar.
Eu posso ver e imaginar
O quanto quiser.
Eu posso até viajar com você,
Mas impossível deixar de contemplar
A beleza lá de fora na mira do meu olhar.
Sim, como gostaria de dividir
Isto tudo com você.
Enquanto isso, daqui de cima,
Vou vivendo este momento.
Refletindo em mim e despertando
Os mais profundos sentimentos.

Salvador-BA, 17 de agosto de 2012.