Pesquisar este blog

domingo, 2 de outubro de 2011

Temporalidade 2

Temporalidade 2(por:Kraudião)

Quando visitei meu passado, encontrei fragmentos de minha história de vida, ingredientes do que hoje sou.
Vi os amores que já tive com outros olhos,
Uma perspectiva completamente diferente da que tinha na época
Minha lente do amor andava embaçada pela imaturidade.
Pessoas importantes pelos desafios vividos e pelas emoções experimentadas.

 Quando visitei meu passado, tentei encontrar passagens que mudaria, caso tivesse a experiência de hoje.
Equívocos tolos de uma personalidade em construção,
Ações impensadas ampliando pequenas ações irresponsáveis,
Discussões destinadas em levar a lugar algum,
Lamentos sem sentidos de uma mente cheia de ilusões.

Quando visitei meu passado, percebi o quanto já cresci.
Mais ainda trago comigo algumas coisas incrustadas,
Uma teimosia que se nega me abandonar naquilo que acredito,
Uma resistência forte ao inesperado que nunca planejei,
Uma intolerância ao que não toca o meu sentir e razão.

Quando visitei meu passado, fui descobrindo seus efeitos hoje.
Condutas que foram se consolidando pela busca das Leis Naturais,
Nas relações como tudo e o todo que alimentam o meu viver,
Nos desafios diários percebidos e nem sempre compreendidos de imediato,
Mas sempre com a intenção de acertar pelo bom senso e racionalização.

Quando visitei meu passado, vi o quanto cresci.
Aprendendo com as lições que a vida me oferece,
Nesse cardápio desafiante que é o cotidiano,
Na montanha russa de emoções que vou vivendo,
No mergulho, cada vez mais fundo, na alma em despertar,
No sentimento que vou analisando pela reflexão,
E pela consciência ampliada que busco incessantemente.

Quando visitei meu passado, no primeiro momento me assustei.
Não pelas coisa fiz ou deixei de fazer, sobretudo, pelo que ainda farei!!
Com a maturidade que agora já se apresenta disponível,
Conferindo muito mais potencial que outrora.

Então, percebo da minha viagem ao passado,
Reavaliando minha história com imparcialidade,
Nos erros e acertos cometidos que agora
Mais apto e maduro tenho plena clareza,
Uma história que há muito foi escrita.

Desse passado nada mais posso mudar,
Pois já faz parte de outra temporalidade.
O que importa a partir deste momento
É fazer diferente sem pestanejar,
Atento, flexível e analítico no meu agir.
Este É e DEVE ser, literalmente, o meu presente!!

Salvador-BA, 02 de outubro de 2011.