Pesquisar este blog

sábado, 31 de julho de 2010

Singela preciosidade

**Singela preciosidade (por Kraudião)

Uma figura notável pelo seu jeito de ser.
Simplicidade ampliada pelo doce olhar.
Sorriso iluminado de alma pura na amizade.
Gigante, mas na medida certa, quando quer opinar,
Na sua doce aparência e eterno ar de mocidade.
O tempo parece não passar e nem deixar marcas externas,
Só compreendemos a tua experiência quando na relação.
Nossa pequena singela preciosa tem muito a defender,
Idéias concisas, colocadas com muito carinho na interlocução.
Não tive a oportunidade de ter o parentesco de sangue,
Mas convivi atento ao seu crescimento numa das suas fases de capacitação.
Quem era aquela doce menina, tímida demais para se fazer notar?
Marcava presença com suas opiniões precisas em busca de seus direitos.
Respeitava a idade que nos diferencia naquele contexto e espaço.
Uma aprendiz trilhando seus projetos de vida com certeza,
Uma andarilha no rumo certo com seus próprios passos.
Decidida escolha no universo psi da investigação.
Colhendo os bons frutos de aperfeiçoamento pessoal,
Uma jornada também interna o que fez realçar mais sua beleza.
Pequena singela preciosa que neste dia de comemoração,
Possamos ratificar o quanto te admiramos e torcemos por você.
Esperamos, perto ou longe, que seus caminhos sejam os mais grandiosos e garantam sua eterna iluminação.

Salvador-Bahia, 31 de julho de 2010.

Versos dedicados a Joana Junqueira Ayres que hoje completa algumas primaveras.