Pesquisar este blog

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Memórias

Memórias (por: Kraudião)­­

Memórias perdidas ou parcialmente achadas.
Uma vaga lembrança sentida de tudo que fiz.
Prometidas para alguém ou esquecidas no passado.
Tentativas insistentes em recuperar uma experiência.
Há muito ficou guardada por ser significativa,
Há pouco evaporou-se do mapa como fumaça.
Redes de pensamentos que se entrelaçam.
Caminhos tortuosos para se fazer lembrar,
O que antes se apresentava aqui e agora,
E que hoje tanto demoro para encontrar.
Alguém me disse que isso acontece,
Mesmo assim ainda é deveras triste para mim,
Me perdi e não sei mais quem sou.
Quero urgente minha identidade de volta,
Uma lembrança definitiva porque fiquei assim.
O tempo dura uma eternidade enquanto busco,
Eu não quero ir tão longe para busca-las,
Retratos de uma vida inteira que vivi.
Poucos compreendem a profundidade do fosso.
Um abismo que separa e distancia algumas gerações.
A experiência vivida que hoje sublima com o tempo,
Sobrando ínfimos elementos para de novo construir,
Uma vida completamente diferente, um novo roteiro completo.
Que fase difícil que é escrever uma nova história.
Uma rotina para que possa garantir a vida que tenho,
Falta energia e vontade para poder recomeçar.
Se o que penso e ajo é a minha verdade,
Que certezas posso ter para fazer tudo diferente?
Se quando busco para avaliar as minhas memórias,
 Elas falham e me fogem...qual sentido desse viver?

Salvador-Bahia, 19 de Julho de 2010