Pesquisar este blog

sábado, 10 de julho de 2010

Manhã de chuva


Manhã de chuva (por:Kraudião)
  
Gotas de chuva estalam lá fora.
Esparramam sua umidade pelo ar.
Produzem um som inconfundível, perene e mântrico.
Um cenário preguiçoso se funde em minha mente.
O meu corpo não quer obedecer o comando de levantar.
A mente silencia os pensamentos que afloravam fortemente.
O sono me convida lentamente para de novo navegar.
Imagens de recordações passadas tomam forma e enredo.
Mergulho tranqüilo e perco a noção do tempo.
O clima favorece minha viagem quase sem fim.
Pessoas, paisagens, objetos, lugares se misturam.
Um roteiro escrito e completo para um cineasta filmar.
Um sentido escuso de desejos reprimidos dos últimos meses.
Mas a luz do sol invade minha janela, até então, bem guardada.
 Passando pelas frestas das cortinas que me protegiam do dia.
Não escuto mais a trilha sonora da chuva e seus pingos hipnotizantes.
 A mente esquecida desperta e alerta o corpo adormecido.
A vida agora recomeça e a preguiça termina.
O planejamento é feito e lá vamos nós para a rotina...

Salvador-Bahia, 10 de Julho de 2010.