Pesquisar este blog

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Dia Chuvoso

Dia chuvoso (por: Kraudião)

 
Amanhece um dia frio e chuvoso.

A maresia começa com a preguiça em despertar,

Hora de decisão e planos alterados.

Café expresso de sabor intenso,

Pão com queijo torrado e suco de laranja,

Com essa dieta matinal começo a pensar.

Quais são as alternativas para um dia como hoje,

Correr, pedalar, caminhar será que o tempo permite,

Meu tão desejado banho de mar não é mais opção.

Vou para sala, ligo a TV e escolho que assistir,

Mais uma vez a preguiça se instala,

Penso duas vezes no que ainda quero fazer,

O corpo amolece e a chuva aumenta lá fora,

Então me pergunto por que não volto a dormir?

Porém, resisto ao convite tentação,

Me recuso a ficar em casa mesmo com a chuva que não para,

Pego carro e dirijo com cuidado em busca de um rumo,

A imaginação se amplia e penso no meu sono,

Deitado numa rede na varanda iluminada.

Penso num chocolate quente e é só alegria.

Volto pra casa contente com uma nova missão,

Um bom livro para ler no silêncio do meu quarto,

Me deito confortavelmente ouvindo a chuva lá fora,

Vou relaxando com a leitura de um romance interessante.

A música no quarto dá um toque de harmonia,

Estou bem e sem nenhuma ansiedade para sair de casa,

Um dia de chuva pode ser assim muito confortante.

É só compreender que a natureza se renova,

Repensar numa outra perspectiva,

Flexibilizar e encontrar outras possibilidades,

Refazer os planos e cessar os movimentos,

Pois não adianta pensar em fuga quando não se tem saída.





Salvador-Ba, 21 de Abril de 2010.