Pesquisar este blog

domingo, 29 de janeiro de 2012

Sou eu e voce


**Sou eu e você (por: Kraudião)

Somos o doce e o salgado...
Quando provamos o néctar do amor
E depois descansamos suados.
Somos o dia e a noite...
Quando despertamos juntos de alegria
 E ainda assim, sonhamos coisas diferentes.
Somos o mais e o menos...
Quando seus desejos se amplia
E preciso de mais planejamento.
Somos os minutos e as horas...
Quando sempre agitados em realizar
E o retardo inevitável para refletir.
Somos a fantasia e a realidade...
Quando imaginação fala mais alto
E existem outras necessidades.
Somos a nota e o acorde...
Quando sozinhos garantimos o tom
E em juntos vibramos em harmonia.
Somos a mãe e a pai...
Quando lembramos de quem cuidar
E da responsabilidade de prover.
Somos a multidão e a solitude...
Quando show termina a melhor sessão
E a vida volta ser um único foco.
Somos o brilho e a escuridão...
Quando iluminados de paixão
E reclusos em nossos segredos.
Somos a criança e o adulto...
Quando a hora é para festejar
E também de repensar a crise no mundo.
Somos a arte e a ciência...
Quando estética predomina no fazer
E a análise requer um método.
Somos o verso e o reverso...
Quando traduzimos nossa poesia
E nem tudo foi vivido com simetria.
Somos o côncavo e o convexo...
Quando atraímos atenção para nosso centro
E refletimos o nosso melhor ao mundo externo.
Somos a estréia e o final da temporada...
Quando aprendemos todas as novidades
E agora a história fica para ser contada.

Salvador-BA, 25 de Janeiro de 2012.

** Dedico estes versos para Fernanda de C.L. Junqueira Ayres por toda uma história vivida de aprendizagens.