Pesquisar este blog

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Miragem no espelho

Miragem no espelho (por: Kraudião)


Quem é esse no espelho que a imagem me apresenta?

Doce aparência refletida de formas definidas,

O fenótipo construído ao longo de anos,

Moldado pela personalidade formativa.

Olho no olho direto na imagem do espelho,

Quantos segredos guardados na inconsciência,

Desejos pulsantes que ainda irão despertar,

Ganhar forma concreta na realidade objetiva.

Quantas são as vidas que consigo daqui enxergar?

Múltiplas e infinitas reflexões quando frente-a-frente,

Revelando universos paralelos do meu ser mutante,

Visões aperfeiçoadas dos acúmulos de tantas experiências.

Quem é este agora que já mudou em poucos minutos de observação?

Perspectivas diferentes que são somadas ao final de um dia,

A mistura entre a realização e o cansaço que hoje vivi,

Possibilidades imagéticas vagam intensivamente nesta reflexão.

Afinal, esta miragem no espelho me representa?

Aos olhos físico que a imagem se projeta,

Nas formas que limitam o meu corpo físico e denso,

Causando um ligeiro embaraço de identidade,

Pois a pessoa que se revela é uma forma da aparência.

Eu sou muito mais que uma imagem refletida,

Um conceito criado que se revela para vocês,

O que espelho ainda não é capaz de revelar é

A outra realidade que não se projeta externamente.

A minha essência é muito mais que uma miragem,

Não será percebida através de imagens,

Mas sim, pelas condutas demonstradas,

Pelas contribuições e realizações que quero deixar.



Salvador-Ba, 19 de Abril de 2010.